PPS: MORAL DE CUECAS

O ex-deputado Raul Jungmann (Foto: Valter Campanato/ABr)

Se vingar mesmo a candidatura da ex-vereadora Soninha Francine à sucessão do prefeito Gilberto Kassab, o PPS será obrigado a entregar os cargos que ocupa no governo municipal de São Paulo.

Afinal, não há como lançar uma candidatura de oposição estando na prefeitura.

Um dos nomes que sairão perdendo espaço é o do ex-ministro e ex-deputado Raul Jungmann (PPS-PE). Ele ocupa uma cadeira no conselho de administração da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET).

Indicado por Kassab há nove meses, Jungmann recebe R$ 6 mil por cada reunião mensal.

Resta saber o que vai pesar mais na balança do PPS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: