Empresários colocavam água na carne da merenda das crianças

Equipamento usado por grupo de frigoríficos para deixar alimentos mais pesados em Minas Gerais

Equipamento usado por grupo de frigoríficos para deixar alimentos mais pesados em Minas Gerais

A Polícia Federal cumpriu 10 mandados de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (15) nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Ibirité, com o objetivo de desarticular um grupo responsável pela adulteração de produtos alimentícios destinados a órgãos públicos.

Segundo os policiais, a Operação Vaca Atolada investigou seis empresas frigoríficas que utilizavam máquinas para injetar compostos à base de água em peças de carnes. Com o líquido nas carnes, o peso e o valor nutricional dos alimentos eram alterados.

Os responsáveis pelos frigoríficos responderão, de acordo com a PF, pelos crimes de adulteração de produto alimentício, formação de quadrilha e crimes de licitação, podendo ser condenados até 12 anos de prisão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: