Professora que maltratava crianças já tá solta!

A professora presa por maus tratos contra crianças de uma creche municipal de Tubarão, cidade localizada no sul de Santa Catarina, conseguiu habeas-corpus da Justiça e foi liberada na noite de terça-feira. Hellen de Souza Cunha, 29 anos, ficou mais de dois meses detida no presídio feminino da cidade. O habeas-corpus foi concedido pelo juiz da 1ª vara criminal, Elleston Canali. Ela deve aguardar julgamento em liberdade.

Na decisão, o juiz ainda determinou que a professora está “proibida de atuar em práticas relacionadas ao cuidado de crianças, tanto no serviço público como particular”. A mulher trabalhava no Centro Educacional Infantil Recife, mantido pela prefeitura de Tubarão, e foi denunciada por pais de alunos, que montaram um flagrante com uma câmera escondida. O vídeo mostrou a professora gritando e colocando um aluno, aos prantos, em cima de uma mesa. Ela foi presa no dia 2 de outubro.

Castigos Em depoimento prestado em outubro, a professora teria confessado de forma superficial as agressões, admitindo, por exemplo, que chegara a usar buchas de papel na boca de crianças, além de aplicar outros castigos. A Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, no município, confirmou também que novas denúncias foram feitas contra a docente logo após a sua prisão.

Segundo a polícia, os demais pais que procuraram a delegacia disseram já estarem desconfiados de possíveis abusos. Eles reconheceram a professora no vídeo divulgado, enquanto ela agredia um bebê de um ano e dois meses.

fonte: Fabricio Kretzschmar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: